Iniciar sessão

Navegar para Cima
CIVISA - Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores
IVAR - Instituto de Vulcanologia da Universidade dos Açores

Crise Sismovulcânica de São Jorge
Última hora:



Sobre Infrassons

Os infrassons são ondas acústicas de uma gama de frequências situada abaixo da capacidade de audição dos seres humanos e que se geram por perturbações barométricas na atmosfera associadas a variações de volume do ar. Nos casos mais energéticos estão frequentemente associados a eventos atmosféricos extremos. 

As fontes destes eventos podem ser naturais ou produzidas pelo Homem. Exemplos de fontes naturais podem ser explosões associadas a erupções vulcânicas, entrada de meteoros na atmosfera, grandes tempestades, auroras, sismos, entre outras. Outros eventos menos energéticos, como a interação da atmosfera com os oceanos (microbaroms), avalanches de neve, movimentos de vertente, entre outros, são também geradores de infrassons. Por seu turno, as fontes antropogénicas podem ser explosões nucleares e grandes explosões industriais, mas podem ter origem em eventos menos energéticos como explosões em pedreiras, entrada de satélites na atmosfera, voos supersónicos, lançamento de foguetões, etc.   

A propagação de infrassons na atmosfera apresenta velocidades típicas à volta de 340 metros por segundo e o seu conteúdo espetral situa-se entre os 20 Hz (Hertz - ciclos por segundo) e cerca de 300 segundos (0,0033 Hz).  Propagam-se nas camadas baixas e médias da atmosfera, a distâncias de até milhares de quilómetros, principalmente condicionadas pela temperatura e pelos ventos na troposfera e na estratosfera.